IMMU vistoria sanitização de 350 ônibus para evitar a disseminação do novo coronavírus



A Prefeitura de Manaus voltou a realizar vistoria técnica na noite de quarta-feira, 12/1, nas empresas de transporte do grupo Eucatur, para fiscalizar a higienização e a sanitização de 350 ônibus que operam na cidade. A ação, coordenada pelo Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), tem o objetivo de evitar a disseminação do novo coronavírus no transporte público da capital.

Apenas nessa vistoria, o IMMU vistoriou a sanitização de ônibus convencionais e articulados da Integração e Rondônia (empresas que formam o grupo Eucatur em Manaus).

O diretor de Transporte do IMMU, Edinaldo Castro, explicou que a fiscalização da higienização dos ônibus ocorre de forma cotidiana em todas as garagens das empresas que atendem os usuários da cidade. “Estamos atendendo uma determinação do prefeito de Manaus, David Almeida, de tomar medidas preventivas para evitar a propagação da Covid-19 entre a população da capital. O IMMU já avalia a adoção de outras medidas no sistema com o objetivo de proteger a população e zelar pela saúde dos usuários do transporte público de Manaus”, afirmou o diretor de Transporte.

Coordenador de conservação e higienização da Eucatur, Valdinar Euclides explicou que o processo de higienização dos ônibus ocorre duas vezes ao dia em todos os veículos, sendo utilizado, principalmente, o produto Atomic 70, desinfetante de alto nível com ação antimicrobiana, cujo princípio ativo é o dióxido de cloro com duração de 15 horas. “No caso da lavagem externa dos ônibus, é utilizada cera de carnaúba, limpa pneus preto, além de limpa alumínio nos aros. Quanto à parte interna, é usado Intercap 3000 para piso e Ezecrim multiuso para teto e vidros”, explicou o coordenador.

O IMMU intensificou um cronograma de visitas às empresas de ônibus, que está sendo cumprido diariamente.

Texto – Álisson Castro/IMMU
Fotos – Altemar Alcântara/Semcom


Prefeitura de Manaus interdita trecho da avenida Brasil nesta sexta-feira, 14/1



Devido a mais uma etapa das obras emergenciais de drenagem, a Prefeitura de Manaus, por meio do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), fará novos desvios de trânsito e de linhas de ônibus na avenida Brasil, no sentido bairro/Centro, nas imediações do Centro de Convivência da Família Magdalena Arce Daou, entre as ruas Dom Pedro e Professora Evangelina Brove. A interdição inicia às 8h desta sexta-feira, 14/1, e segue até as 18h de domingo, 16/1.

Enquanto a via estiver interditada, 46 agentes de trânsito do IMMU estarão nas imediações do local, para orientar os condutores sobre as opções de destino.

O IMMU ressalta que as interdições ocorrerão sempre entre 8h e 18h. E as vias ficam liberadas a partir de 18h e retornam as interdições no dia seguinte a partir de 8h.

Durante o período da interdição, os condutores que se deslocam no sentido bairro-Centro seguem normalmente até a rua Arthur Reis, onde deverão dobrar à esquerda em direção à avenida Brasil, no sentido Centro-bairro. Na avenida Brasil, no sentido Centro-bairro, será criado um contrafluxo para veículos de pequeno porte entre a rua Artur Reis e a rua Senador Cunha Melo.

As carretas e os caminhões serão desviados no cruzamento da avenida Brasil com avenida Compensa e durante o período da interdição e contrafluxo, não será permitida a conversão à esquerda no sentido Centro/bairro, para acessar as ruas Artur Reis e Padre Francisco.

Quanto ao transporte coletivo, sete linhas terão parte de seus itinerários alterados. A linha 127 segue normal até a avenida Brasil e em seguida dobra à esquerda na rua Artur Reis, avenida Brasil (contrafluxo), rua Senador Cunha Melo, avenida Brasil e itinerário normal.

Outras mudanças ocorrerão nas linhas 008, 013, 014, 113, 126, 542 que seguirão normalmente até a avenida Brasil e depois pela rua Padre Francisco, Comendador Vicente Cruz e itinerário normal.

Texto – Álisson Castro/IMMU
Fotos – Divulgação/IMMU


Prefeitura vistoria sanitização de ônibus em garagem de empresa



Em mais uma medida da Prefeitura de Manaus para prevenir a contaminação pelo novo coronavírus no transporte coletivo, o Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) realizou, na noite de segunda-feira, 10/1, uma vistoria técnica na garagem da empresa Expresso Coroado, no bairro Coroado, na zona Leste, para fiscalizar a lavagem e sanitização dos veículos.

O diretor de Transporte do IMMU, Edinaldo Castro, ressaltou os serviços de sanitização dos veículos. “Estamos fazendo uma vistoria aqui na empresa Expresso Coroado para verificar a higienização, sanitização e limpeza. O maior objetivo da Prefeitura de Manaus é prestar um melhor serviços aos usuários do transporte público e evitar a propagação da Covid-19, por isto, iremos intensificar estas fiscalizações em todas as empresas de transporte da capital”, frisou Edinaldo Castro.

Os vistoriadores inspecionaram mais 20 ônibus da frota para verificar itens de segurança e avaliar a situação de cada veículo. Pneus, parabrisas, elevador e cadeira para Pessoas com Deficiência (PcD), piso dos ônibus, além da funcionalidade do motor, foram alguns dos itens verificados pelos servidores do IMMU.

As vistorias continuam nos próximos dias e serão estendidas às demais empresas de ônibus.

Texto - Álisson Castro / IMMU
Fotos - Sidney Mendonça / IMMU


Próxima Página

Voltar para Página Principal